segunda-feira, 25 de julho de 2011

Entrevista Exclusiva com Petra Leão


O TMJ Mania fez uma entrevista exclusiva com a roterista Petra Leão, que escreve as histórias da Turma da Mônica Jovem. Confiram ela abaixo:

1 - Como é trabalhar na grande MSP? E como conseguiu entrar na equipe de roteiristas da empresa? Foi difícil?

Olá! Trabalhar na MSP é ótimo -- cansativo, mas muito recompensador! Eu não vou todos os dias na empresa, como muitos imaginam. O trabalho é feito em casa mesmo, e enviado para avaliação do Mauricio, Marina e Alice por email. Eu escrevo a história e envio para o Cassaro, que faz o storyboard (rascunho das páginas). Só assim pra dar conta de 120 páginas por mês! Em compensação, temos que ficar conectados o dia inteiro! Só vamos à MSP quando temos reuniões com assuntos longos e complicados demais para resolver via internet, heheh. Entrei na equipe quando o Mauricio perguntou para o Cassaro, que já estava escrevendo pra TMJ, se não conhecia alguma mulher que também entendesse de roteiro pra mangá, pois há muito tempo a equipe de roteiristas só tinha homens -- e como a personagem título é uma mulher, ele achava que já era hora de ter um "toque feminino", como chamou. Então o Cassaro me indicou.

2 -  Suas histórias da TMJovem, são bem voltadas para o universo adolescente. Primeiramente, o que você faz para criar um roteiro que faça com que os jovens, reflitam e se divirtam ao mesmo tempo?

Os assuntos geralmente são discutidos com o Mauricio, a Marina e a Alice nas reuniões que comentei acima. Às vezes eles sugerem temas, às vezes eu ou o Cassaro propomos alguma ideia. O Cassaro gosta mais de histórias de fantasia, aventura ou ficção científica. Eu gosto desses temas também, mas talvez por ter sempre convivido com artistas que mexiam com esses assuntos, acabei desenvolvendo um lado que gosta mais de mexer com o lado interno dos personagens. Eu acho que é muito complicado falar de histórias com "moral", em geral os jovens odeiam isso. Mas ao mesmo tempo, pra mim é difícil fazer uma história que não traga alguma mensagem, porque eu sempre gostei de histórias que fizessem pensar. O que eu tento fazer é pegar temas que estão rolando na mídia (jovem ou não) e questioná-los através dos pontos de vista dos personagens -- afinal, o Cebola não pensa igual a Mônica, que não pensa igual ao Do Contra, que não pensa igual a Magali, que não pensa igual a Denise, que não pensa igual ao Cascão... mas tento não dar uma resposta (que seria a "moral da história"). Simplesmente levanto a bola, mas o leitor chega a suas próprias conclusões. Por isso acredito que tem tantos leitores de TMJ com opiniões diferentes que discutem entre si em fóruns! Mas discussão é saudável, exercita o cérebro. Desde que feita com respeito, eu aprovo =)

3 - Você escreveu os roteiros da TMJovem #34 e #35. Como você, imaginou essas incríveis e românticas histórias que geraram tanta polêmica, nos fãs e blogs? 

Obrigada! Realmente, geraram muita polêmica... mas uma missão como contar um início de namoro entre a Mônica e o Cebola com certeza é complicada -- mais ainda um namoro que tinha que começar e terminar na mesma edição (pois tinha que ser uma edição fechada) mas não ter um final deprimente. Não tinha como um evento tão esperado ser contado e acabar não satisfazendo uma parcela dos leitores, cada um já idealizava a "sua" maneira perfeita e a revista entraria em desacordo com isso. A questão do namoro entre os dois é que todos já sabiam que a Mônica gostava do Cebola. A questão era só como convencê-lo a tomar iniciativa. Por outro lado, se até então o Cebola não havia pedido a Mônica em namoro, mesmo gostando dela, é porque havia uma razão...  a Mônica é uma pessoa muito difícil, muito intimidadora, e essa vontade do Cebola se provar como um cara "à altura" dela, tentando derrotá-la, vinha daí, desde que os dois eram crianças. Era isso que eu queria mostrar na história. E os dois não vão estar prontos para namorar até que isso aconteça, senão a Mônica vai continuar tratando-o como se ele fosse inferior, como sempre tratou, ainda que sem querer. Ele precisa impressioná-la e fazer com que ela o respeite. Muita gente não gostou disso, queria que tudo tivesse corrido como um mar de rosas... mas eles SEMPRE tiveram uma relação tumultuada, agora não seria diferente, ou seria forçar a barra.

Na TMJ 35 podemos ver que o Cebola está começando a mudar. Ainda não mudou completamente, mas está começando a usar a capacidade de fazer planos para coisas diferentes, menos egoístas. O botão de reset não foi apertado, como muita gente achou que ia acontecer. A edição 34 foi um divisor de águas.

4 - O roteiro da TMJovem #36, que vai chegar este mês nas bancas, também contou com seu talento. Pode dar uma dica, sobre que os fãs e leitores, vão encontrar nesta edição?

Uma turminha do barulho apronta altas confusões numa aventura da pesada =p (Ou seja: sem dicas! XD) Rsrsrsrs.

5 - O que você acha dos blogs que falam sobre a Turma da Mônica Jovem?

Acho excelentes =) Fico impressionada como vocês conseguem coletar informação rápido e postar! São ótimas fontes de informação. Na pressa de postar, porém, às vezes acontece de um ou outro dado sair meio errado, só precisam tomar cuidado com isso.

6 - Para finalizar: Pode dar alguma informação sobre um próximo roteiro seu da TMJovem, ou um assunto sobre uma próxima edição? :D

Posso não.=p  (Vai que conto alguma coisa que não podia, né?). Rsrsrs!

E também, fizemos a entrevista em forma de páginas. Podem ver abaixo, clicando nelas para aumentar o tamanho:

Entrevista Petra 1Entrevista Petra 2
Entrevista Petra 3Entrevista Petra 4

Comentem pessoal, sobre a entrevista. ;)

12 comentários :

Cássio Marcelino disse...

A entrevista ficou maravilhosa! A Petra é mesmo muito legal! Não li tudo! rsrsrs Mas vou lendo de pedaços.

Parabéns Pedro!

Larissa TMJ disse...

pedro a entrevista estava otima!
mais por favor..
entra em meu blog e seja meu seguidor!porfavorzinho!
o blog é
aturmadamonica-jovem.blogspot.com
acessa veja todas as minhas postagens porfavor e comente e seja meu seguidor vai!

Pedro Henrique disse...

Larissa, vou seguir sim. :)

Pedro do TMJ Mania

Bigo 2011 disse...

Muito boa a entrevista! Ficou maravilhosa! Nota 10 pelo trabalho! :-D Segue meu Blog?

andressa disse...

Incrível a entrevista! Eu adorei! :)

Vinícius Shelck disse...

Muito boa a entrevista! A Petra é super divertida!
As perguntas foram bem formuladas e as respostas bem legais!
Gostei muito! Parabéns! ;)

Malu Farias disse...

A entrevista foi demais!A Preta é muito engraçada e deixou a entrevista bem legal!Parabéns,adorei a entrevista :D

LuluTeen News disse...

A Petra é minha diva.
Adorei :D

Pedro Henrique disse...

Valeu pelos comentários pessoal. =) A Petra é muito maneira, divertida e simpática!

Pedro do TMJ Mania

Mari NeT_To disse...

OMG! A entrevista ficou MUITO BOA *_* Adorei conhecer um pouco sobre a Petra. Sua linda, posso garantir q o final da ed. 34 ñ foi triste, e sim, perfeito!!! Continue tendo ideias maravilhosas :D

Mariana disse...

Ai, que lindo a.a Tenho que dizer que as edições #34 e #35 foram as que eu mais gostei em TODAS as já lançadas. E ler os comentários do criador é realmente muito bom. Pois pude entender melhor a história e me emocionar mais que antes.
Eu nunca achei que ia me sentir assim por causa do CEBOLINHA. Aquele menino bobo, infantil e orgulhoso que vivia mexendo com a protagonista. Foi realmente genial a forma com que eles usaram a psicologia de criança dos personganes e conseguiram aplicá-la neles como adolescentes. Sem perder sua essência, mas ainda mudando certas formas de pensar. No caso do Cebola, é lindo como eles estão fazendo o personagem evoluir e se tornar apaixonante. Estão fazendo um belíssimo trabalho com a revista e sem deixar ninguém da turma de fora :)

mateus venicius disse...

ficou mesmo muito bem feito por que tudo que e da TMJ Mania e tudo bom e muito legal pois Pedro seque o meu twitter e @MateusVenicius

PARABÉNS! VOCÊ ENCONTROU A FIGURINHA 47 COM A MAGALI JOVEM!