segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Críticas TMJ - Edição #53


A edição #53 da turma jovem foi lançada no mês passado. Assim, hoje(14) trago mais um "Críticas TMJ"! :D Confiram abaixo, a crítica/resenha feita pelo site(CONTÉM SPOILERS):
Gatos e Cafés

Uma aventura bem divertida da Magali. Uma história especial para os amantes de gatos. Bom, não me incluo neste grupo, mas gostei da aventura. Apesar de só de eu ter olhado a capa e achar que seria uma aventura no estilo das edições 20 e 31. Me enganei, é bem diferente!
A história começa com o pai da Magali, Seu Carlito, reclamando da quantidade de gatos que a filha fica cuidando e a bagunça que eles fazem dentro de casa. Mingau e Aveia tiveram muitos filhotes e Magali achou melhor deixar todos eles juntos. Nesse ponto, eu concordei e discordei da Magali.


Concordo que deixar todos juntos é bom. E isso deixaria os pais, Mingau e Aveia, felizes de seus filhotes estarem perto deles. Assim seria mais fácil cuidar deles. Agora vem o outro lado da situação: Magali não pensou no pai. Ela sabe da alergia dele por gatos. E tinha muitos deles na casa, isso deixaria a alergia ainda pior. Mesmo ela adorando os filhotes, tinha de pensar na saúde do pai. E desde a edição especial da Magali Jovem até essa, Mingau e Aveia ganharam mais filhotes.
Aí, vai desabafar com a Mônica o problema pelo qual está passando. E ela ainda cita a vez que teve de levar o Mingau escondido, quando foram morar num prédio que não permitia animais. A história era uma HQ e virou um desenho animado. Vocês podem relembrar abaixo:


Magali foi inteligente de seguir a ideia dos Neko Cafés. Mas quando vamos abrir um negócio novo, diferente(e que não existia no Brasil), temos que estudar mais a fundo o que vamos fazer. Ainda mais quando somos jovens! Só que Magali ficou tão fascinada pela ideia que logo quis abrir um dos neko cafés no bairro. E quem se deu mal foi o Quin, mesmo o espaço que ela ia usar não estava em atividade.
Magali cometeu vários erros. O primeiro foi de ter contratado Mônica e Marina. Claro que é legal ter a ajuda dos amigos, mas as duas não tinham experiência nenhuma com gatos. Mônica tinha o Monicão, então só o que sabia sobre gatos era o que Magali contava. E Marina, pior ainda! Marina tem medo de cachorros e também de gatos! Não ia dar certo de maneira alguma. Só a Aninha que poderia ter dado certo, já que ela está sempre arrumando algum emprego(se bem que nas últimas edições, ela só aparece pra isso!).
E teve outros problemas que não foram culpa da Magali. Por exemplo, o Mingau atacou o Professor Rubens por ele ter incomodado seu descanso. Bem que antes não foi legal o que a Magali fez com o Xaveco, parecendo que estava sendo atenciosa com ele. Coitado do Xaveco, sempre será o secundário excluído. Um dia ele deve conseguir alguma aventura centralizada nele ou edição especial. Até o Do Contra já ganhou uma saga, né.
E o Do Contra foi o terceiro cliente, o mais exigente. Quem lida com público e clientes tem que aguentar pessoas chatas como ele. O nome era “Cafelino”, especializado em gatos. Nunca iria ter um animal como um dodô ou um fotocorino(esse último eu nunca ouvi falar!). E o Do Contra é sempre assim, quer coisas diferentes, mas depois se adaptou aos gatos. Se o Cebola tivesse aparecido quando o Do Contra falou da Mônica, aí que a história ia ficar ainda melhor!
A Carmem foi outra cliente problemática. Quer sempre o melhor, e o “direito”. Somente pelo simples motivo do Mocotó, um dos filhotes, ter amputado a cauda e ela ficar curta, ela não gostou dele. Carmem é preconceituosa, metida. Ela é a típica pessoa que você deve deixar pra lá e não ligar pra opinião. A Denise, que veio junto dela, foi bem diferente. Se divertiu bastante com os filhotes. Aí depois desse “pequeno sucesso”, mais clientes apareceram. E até a Marina conseguiu perder um pouco o medo dos gatos. Acho que o Cafelino ia dar certo, se aquela bagunça toda não acontecesse depois. E principalmente se Magali tivesse divulgado mais o lugar. Mais panfletos, nas redes sociais, com familiares... Assim Cebola, Franja e Cascão não teriam aparecido com o Floquinho, o Bidu e o Chovinista. Mas o Cascão é sem noção. Levar um porco para um café?! Nada a ver. E Magali deveria ter estudado mais sobre os neko cafés e porque eles não dão certo no Brasil.


A culpa também não foi toda da Magali. Seu Carlito deveria ter mais cuidado com o que fala. Se não tivesse reclamado tanto dos gatos e falar que seria melhor se eles fugissem, de repente essa confusão toda não aconteceria.
No fim, Magali colocou os filhotes para a adoção. Foi o melhor. E a ONG “Adote um Gatinho” realmente existe(http://adoteumgatinho.uol.com.br/)! Seu Carlito ter ficado com o Mocotó também foi um ótimo desfecho para a aventura!
A aventura foi uma verdadeira aula de empreendedorismo e carinho com os animais. A Petra fez uma edição muito boa e divertida! Aventuras assim da turma, tirando as fantasiosas, são bem legais. Não imagino muito a edição #54, mas com certeza deve ter muita briga entre a Mônica e o Cebola, por causa da personagem nova, a Amanda. Aventura de verão da turma, como será? Estou ansioso.

Pedro Henrique
Também quer falar sobre a edição #53 e sobre a resenha/crítica? Então, comente! :D

9 comentários :

Cassio Jose disse...

Parabéns,critica perfeita...Legal...

♥ Pri' disse...

O final eu achei um pouco triste :/ eu não concordei com a adoção sinceramente, eu queria que ela ficasse com todos eles, mas por um lado ela fez o melhor mesmo, eu também estou ansiosa pela nova edição, vai ser massa!

Maria Luíza disse...

Também estou muito ansiosa para a edição 54.
Vai ter muitas brigas,tomara que não seja nada de muito sério.

Rodolfo disse...

Pedro, já faz algum tempo que deixei de postar no blog, mas n deixei de comprar as revistas.
Ultimamente sem nada pra fazer, pego as revistas e as observo com mais atenção e já descobri um monte de erros e curiosidades, . n ttenho mais blog, mas fik a dik pra vc ficar postando:
olha na edição 52 na página 27. No primeiro quadrinho olha a marina e observa as mãos (3?) dela.
Tenho inumeras coisas sobre as edições! qualquer coisa entre em contato ---> rodolfo.ramos02@yahoo.com.br
(do ex Blog Eles Cresceram)
Aliás, parabéns pelo blog!

Rebeca sou fã tmj disse...

Concordo com a sua critica eu quase tive um ataque pq o cebola devia ver o Dc falando da Monica rsrsrsrsrs

Guilherme disse...

A crítica está muito boa.As aventuras com a Magali são boas,porque ela mostra como é importante cuidar dos animais.
Espero que tenha mais edições desse tipo

Mari Souza disse...

Concoro (em partes rs),mas no final quando falou da TMJ #54.Eu sou muito fã do casal Monica e Cebola,mas o Cebola já está enrolando a Monica de mais!Eu acho que se o DC entrasse na historia e começasse a conquistar a Monica,o Cebola ia logo bolar um plano (que funcionasse) para derrotar a Monica

Pedro disse...

Pedro eu também não sou um amante de gatos não! Mais acho eles mtos Kawaii depois de ler a edição #53 me deu uma certa vontade de adotar um gatinho sim mais como eu disse lá no twitter não posso =(

Mais parabéns pelas Críticas é o maior sucesso :)

*** Angel *** disse...

amei a edição. Eu sim sou do clube dos gatos, tenho 5 rsrsrs. Crítica muito boa. Parabéns.

PARABÉNS! VOCÊ ENCONTROU A FIGURINHA 47 COM A MAGALI JOVEM!